Eu não me importo com o que os outros pensam sobre o que eu faço, mas eu me importo muito com o que eu penso sobre o que eu faço. Isso é caráter.

30th June 2012

Quote reblogged from seu coração é alérgico a mim with 146,806 notes

Mas eu odeio principalmente, não conseguir te odiar. Nem um pouco, nem mesmo por um segundo, nem mesmo só por te odiar.
10 coisas que eu odeio em você (via quase-perfeita)

22nd June 2012

Photoset reblogged from you buried me alive, you dicks with 2,054 notes

Source: livingforharrypotter

22nd June 2012

Photoset reblogged from "Perpetually human.." with 79,795 notes

Source: meerareed

22nd June 2012

Photo reblogged from young, wild & free with 25,947 notes

Source: eximiu-s

22nd June 2012

Post reblogged from "Perpetually human.." with 93 notes

Aquele momento em que está chovendo e eu não quero ir em algum lugar:

image

Imaginand0

Source: imaginand0

22nd June 2012

Post reblogged from "Perpetually human.." with 32,573 notes

"alô, oi mãe…" DAI VEM SEUS AMIGOS: AI VEMK SEU GOSTOSO, UI ME PASSA A MACONHA, ME DA UM POUCO DE VODKA….

Source: fumei-hoje

31st May 2012

Post reblogged from Imaginava liberdade, aclamava por harmonia with 364 notes

Deus. É nele que você pensa quando tudo parece estar desmoronando, não é mesmo?

Source: incompletavel

31st May 2012

Quote reblogged from NUMB with 4,838 notes

— Quem era ela?
— Ela?
— Ela. A ela que não sou eu e ainda assim é sua. Que ri das suas piadas sem graça e que te dá beijos no pescoço. Que sente ciúmes quando você pára para conversar com estranhas em ruelas escuras. Que você promete que vai encontrar mais tarde. A ela que tem certeza de você. A ela que não sou eu.
— Minha namorada.
Sua namorada?
— Minha namorada.
— Então você a ama?
— Ela é simpática. Gosta de mim.
Alícia riu.
— Por que você não me contou?
— Porque eu não queria superar você. Até hoje.
— E você quer me superar? Superar o que? Superar quem? Não tem nada a superar… Aparentemente não fui nada na sua vida e…
— Você consegue interpretar algo meu sem drama, Alícia? Você foi tudo em minha vida. Mas você não confia em mim. Nunca confiou. Se eu saía na rua com uma amiga, era “quem é aquela com quem você acabou de passar a noite com?”. A gente brigava o tempo todo… O tempo todo. E eu nunca fui bom pra você, Alícia. Nunca deixei de te dar motivos para desconfiar de mim. Sempre o conquistador de garotas. Sempre o animador de festas, sempre o requisitado de todos os lugares. Sempre o quase-pai dos bebês alheios. Sempre grosso, sempre desmerecendo todos os seus esforços para permanecer comigo. Sempre chegando bêbado na sua casa depois das três da manhã pedindo para que você deixasse eu te comer. Sei muito bem que fiz você pensar que eu não lembrava disso, mas essa memória me martirizou muito tempo. Me fez lembrar de todas as vezes que você sorriu pra mim quando eu só te dei motivos para chorar. Me fez lembrar todos os abraços de consolo quando eu fazia alguma merda irreparável. De todas as vezes que eu te trai, e você se preocupou mais com a minha saúde do que com você mesma. Você é boa demais pra eu te amar, Alícia. Por mais cheia de defeitos que você seja… Irritante, teimosa, chata, ciumenta, implicona… Você é boa, eu sou ruim. E hoje eu acordei pensando em te superar por isso. (…) Mas parece que todas as vezes que tento ir para longe, você me traz para perto
Meu Amor Ainda Vai Me Engolir, Letícia Sales.  (via 20dezembro)

Source: karevvv

29th May 2012

Photoset reblogged from =) with 7,491 notes

Source: passado-esquecido

29th May 2012

Post reblogged from Imaginava liberdade, aclamava por harmonia with 42,321 notes

Deus, me perdoe por todas as vezes que fui dormi sem ao menos agradecer por mais um dia de vida.

Source: proprios-sentimentos